Objetivo

  • Tratar a violência doméstica e sexual como um problema social e de saúde pública envolvendo a mulher e a família, as instituições sociais e a comunidade.
  • Relacionar o problema da violência familiar à cidadania e aos direitos humanos, sob a ótica das relações de gênero e dos papéis sexuais desiguais e discriminatórios em nossa sociedade.
  • Buscar, através da mulher e família, relações mais justas e complementares, visando à interrupção de uma história de violência com desenvolvimento de programas socioeducativos e preventivos e ações biopsicossociais.
  • Promover a formação do protagonismo feminino e agentes multiplicadores através de programas de capacitação e treinamento.
  • Promover campos de estágios, estudos e pesquisas sobre violência familiar e sua relação com a violência social.
  • Disponibilizar dados para comunidade, evidenciando a situação de violência doméstica e intrafamiliar.